Quem somos

História do CCD Paivas

Publicado em O clube

Remonta a meados de 1966, quando ainda as moitas, sobreiros e oliveiras, sobressaiam em número aos residentes locais, cerca de quarenta famílias no velho núcleo das Paivas, a iniciativa de alguns moradores, constituírem o "Clube Infantil de Paivas", o qual, desfrutando clandestinamente da abandonada propriedade camarária da "Quinta do Conde", desportiva, a jovens e adultos.

Estiveram na sua origem desde o primeiro momento, os seus primeiros Associados, António Pires de Matos, Virgílio Antunes Flambó, Mário Neves e Fernando Gomes dos Santos.

Posteriormente viveu a iniciativa associativa, que foi o “Clube Infantil das Paivas” a situação de altos e baixos, próprios das vidas das colectividades na época, face á inexistência de apoios perante as dificuldades criadas, as quais se agravam com a falta de sede própria e a destruição do campo provisório situado na "Quinta do Conde", face á evolução da urbanização da zona, que não considerou qualquer dos interesses colectivos da população residente. Surgiu, finalmente o 25 de Abril de 1974.

Nas Paivas, congregando de um espírito de unidade, a população residente iniciou em 9 de Dezembro de 1974, uma obra ambiciosa, que tinha como objectivo a construção de um equipamento que permitisse a prática de recreio, cultura e desporto, a que todos aspiravam.

Ressurge aqui a estrutura popular do “Clube Infantil de Paivas” a qual através dos seus sócios designados, Joaquim Manuel Alves Henriques, Carlos José Canato Vieira, Mário Neves e Vergílio Antunes Flambó, na determinação de legalizar uma situação, constituem por escritura lavrada em 21 de Setembro de 1975, no Cartório Notarial do Seixal, uma Associação denominada “Clube Vitória de Paivas”.

Nos tempos seguintes os moradores desdobravam-se em apoio á comissão de moradores e ao "Clube Vitória de Paivas", e é com base nessa entreajuda que em 25 de Fevereiro de 1978, surge na Assembleia Geral realizada nesse dia uma proposta do sócio nº 1 António Pires de Matos, aprovada por unanimidade para a alteração da designação de “Clube Vitória de Paivas” para “Centro Cultural e Desportivo de Paivas".

Esta alteração é exarada em escritura pública no segundo Cartório da Secretaria Notarial de Almada, em 30 de Maio de 1979, pelos sócios designados, António Pires de Matos, Francisco José Albano Amiguinho e Francisco Augusto Caramelo. Surgem como fruto daquela determinação os primeiros Corpos Gerentes do “Centro Cultural e Desportivo de Paivas”, eleitos em 4 de Dezembro de 1978 em Assembleia-Geral.

 

Mensagens do Órgãos Sociais

  • Como presidente do Centro Cultural e Desportivo das Paivas, trabalho diariamente para que o nosso clube ofereça modalidades desportivas e de lazer de qualidade à população que servimos, ajudando os jovens a crescer em harmonia. 

    António Pepe
    Presidente, CCD Paivas
  • Como presidente da mesa da Assembleia-geral deste clube, cabe-me zelar pelo cumprimento dos estatutos e pela igualdade de direitos, oportunidades e obrigações entre os sócios. Para isso, trabalho com a direção e com os sócios.

    José da Costa António
    Presidente Assembleia-Geral
  • Na minha qualidade de Presidente do Conselho Fiscal, sou responsável pela verificação da legalidade e correção das contas do Centro Cultural e Desportivo das Paivas.

    Jacinto Colaço Costa
    Presidente Conselho Fiscal